Rádio em episódios, via internet: aproximações entre o podcasting e o conceito de jornalismo narrativo
PDF
EPUB
MOBI

Palabras clave

jornalismo
podcasting
radiojornalismo
jornalismo narrativo
rádio expandido

Cómo citar

Kischinhevsky, M. (2018). Rádio em episódios, via internet: aproximações entre o podcasting e o conceito de jornalismo narrativo. Revista De La Asociación Española De Investigación De La Comunicación, 5(10), 73-80. https://doi.org/10.24137/raeic.5.10.24

Resumen

Este artigo, de caráter exploratório, busca investigar o papel do podcasting, modalidade radiofônica sob demanda desenvolvida a partir de 2004, na constituição de um suporte para experiências imersivas do chamado radiojornalismo narrativo. No percurso teórico, realiza-se uma revisão bibliográfica sobre podcasting e jornalismo narrativo, bem como sobre as interfaces possíveis entre literatura e jornalismo. Em seguida, apresentam-se experiências internacionais que indicam o surgimento de um novo ambiente midiático para conteúdos informativos sonoros, abrindo caminho para inovações em termos de linguagem, distribuição e consumo de radiojornalismo em tempos de rádio expandido, em que o meio transborda das ondas hertzianas para outros dispositivos e plataformas.

https://doi.org/10.24137/raeic.5.10.24
PDF
EPUB
MOBI

Citas

Bauer, M. W. e Aarts, B. (2002). A construção do corpus: um princípio para a coleta de dados qualitativos. Em M. W. Bauer e G. Gaskell (coord.), Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 5. ed. Petrópolis: Vozes.

Berry, R. (2015). A Golden Age of Podcasting? Evaluating Serial in the Context of Podcast Histories. Journal of Radio & Audio Media, 22(2), 170-178.

Bonini, T. (2015). The «Second Age» of Podcasting: reframing Podcasting as a New Digital Mass Medium. Quaderns del CAC, 41(18).

Castro, G. G. S. (2005). Podcasting e consumo cultural. E-Compós. Brasília: Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, ed. 5.

David, S., Blumtritt, J. e Köhler, B. (2010). The slow media manifesto. Disponível em: http://en.slow-media.net/manifesto

de Medeiros, M. S. (2007). Transmissão sonora digital: modelos radiofônicos e não radiofônicos na comunicação contemporânea. Anais do XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, Santos.

de Medeiros, M. S. (2006). Podcasting: Um Antípoda Radiofônico. Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, Brasília.

de Medeiros, M. S. (2005). Podcasting: Produção Descentralizada de Conteúdo Sonoro. Anais do XXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, Rio de Janeiro.

Fernandes, L. C. e Musse, C. F. (2017). Podcasts e a Cultura Digital: Estratégias Para Contar Histórias em uma Narrativa Convergente. Anais do XXII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste – Intercom – Volta Redonda – RJ.

Fernández-Sande, M. (2015). Radio Ambulante: Narrative radio journalism in the age of crowdfunding. Em T. Bonini e B. Monclús. Radio audiences and participation in the age of network societ. Nova York e Londres: Routledge.

Fernández, J. L. (dir.) (2008). La construcción de lo radiofónico. Buenos Aires: La Crujía.

Ferraretto, L. A. (2007). Possibilidades de convergência tecnológica: pistas para a compreensão do rádio e das formas do seu uso no século 21. Anais do XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, Santos.

Ferraretto, L. A., Kischinhevsky, M. (2010). Rádio (verbete). Em J. M. de Melo (org.), Enciclopédia Intercom de Comunicação – Dicionário Brasileiro do Conhecimento Comunicacional (pp. 1009-1010). São Paulo: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

Gallego Pérez, J. I. (2010). Podcasting. Nuevos modelos de distribuición para los contenidos sonoros. Barcelona: UOC Editorial.

Herschmann, M. e Kischinhevsky M. (2008). A geração podcasting e os novos usos do rádio na sociedade do espetáculo e do entretenimento. Revista Famecos, 37.

Kischinhevsky, M. (2017). Radio y medios sociales – Mediaciones e interacciones radiofónicas digitales. Barcelona: UOC Editorial.

Kischinhevsky, M. (2016). Métodos de pesquisa qualitativa aplicada à comunicação radiofônica. Em C. P. de Moura e M. I. V. de Lopes (org.), Pesquisa em comunicação: metodologias e práticas acadêmicas. Porto Alegre: EDIPUCRS.

Kischinhevsky, M. (2012). Rádio social – Uma proposta de categorização das modalidades radiofônicas. Em N. del Bianco (org.), O Rádio Brasileiro na Era da Convergência (pp. 38-67). São Paulo: Intercom.

Lage, N. (2001). Ideologia e técnica da notícia. Florianópolis: Insular/EdUFSC.

Lemos, A. (2005). Podcast: emissão sonora, futuro do rádio e cibercultura. 404nOtF0und, 1(46), Salvador, UFBA.

Longhi, R. R. (2014). O turning point da grande reportagem multimídia. Revista Famecos. 21(3), 897-917.

Marmkman, K. M., Sawyer, C. E. (2014). Why Pod? Further Explorations of the Motivations for Independent Podcasting, Journal of Radio & Audio Media, 21(1), 20-35.

Meditsch, E. (2001). O rádio na era da informação – Teoria e técnica do novo radiojornalismo. Florianópolis: Insular/Ed. da UFSC.

Monclús, B., Gutiérrez, M., Ribes, X., Ferrer, I. e Martí, J. M. (2015). Listeners, social networks and the construction of talk radio information’s discourse in the 2.0 age. Em T. Bonini e B. Monclús (Ed.). Radio audiences and participation in the age of network society. Nova York e Londres: Routledge.

Neveu, E. (2014). Revisiting narrative journalism as one of the futures of journalism. Journalism practice, 15(5), 533-542.

Prata, N. (2009). Webradio: novos gêneros, novas formas de interação. Florianópolis: Insular.

Primo, A. (2005). Para além da emissão sonora: as interações no podcasting. Intexto, 2(13).

Puerta, A. (2011). El periodismo narrativo o una manera de dejar huella de una sociedad en una época. Anagramas. 9(18), 47-60.

Rosique-Cedillo. G. e Barranquero-Carretero, A. (2015). Periodismo lento (slow journalism) en la era de la inmediatez. Experiencias en Iberoamérica. El Profesional de la Información. 24(4).

Sodré, M. (2009). A narração do fato: notas para uma teoria do acontecimento. Petrópolis: Ed. Vozes.

Traquina, N. (2005). Teorias do Jornalismo – vol. 1 – Porque as notícias são como são. 2ª ed. Florianópolis: Ed. Insular.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.