Controvérsias sobre a tipificação e a identidade da Infografia Online como Género Jornalístico

Resumen

Potenciando o processo de Newsblending, a trama mnemónica Infográfica rentabiliza a Inteligência Visual e assume a tipologia de leitura da ‘Geração Net’. Atingindo, em particular, os critérios da topologia, fraccionabilidade e mobilidade do cibertexto, este artigo analisa as questões da Identidade e do Género do composto Infográfico na Web e face às Qualidades da Linguagem Informativa para o Online. Duas semanas de observação (2014 e 2015) e suportados pelas contagens da Asociación para la Investigación de Medios de Comunicación e da Marktest, analisam seis diários generalistas da Ibéricos, com versão online - El País, 20minutos, Público, Correio da Manhã, Jornal de Notícias e Diário de Notícias -, no aproveitamento do formato, pelo suporte. Em paralelo, inclui-se a visão dos produtores a partir de um inquérito à Sociedade Infográfica (única associação profissional no cenário ibérico) e através de uma entrevista em profundidade, singular, a Alberto Cairo, Chiqui Esteban, Mário Cameira e Xaquín Gonçalves. O estudo confirmou os cuidados com a Memória e Abrangência face à Perceção Informativa, mas mostraram insuficiências tanto na Eficiência e Utilidade do conteúdo infográfico face à função Informativa do formato, no Media, e também não registaram uma fusão efetiva no grau de Usabilidade aplicado à Infografia Online.

PDF